Comissão de implantação do curso de Medicina da UFSC realiza primeira reunião com prefeitos da Amurc e demais municípios

Integrantes da Comissão da Implantação do Curso de Medicina da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Campus de Curitibanos realizaram, na tarde desta segunda-feira (25), a primeira reunião do ano para tratar sobre o tema.

Um dos objetivos da reunião foi de inteirar os prefeitos que integram a Associação Municípios do Contestado (Amurc) e os demais municípios da região que estão incluídos no projeto, sobre o andamento dos processos de implantação. Além dos prefeitos, compareceram também os secretários de Saúde.

A presidente da Comissão da Implantação do curso de Medicina da UFSC, Maria Conceição de Oliveira e a professora da Universidade Manoela de Leon Nobrega Reses apresentaram um resumo de como iniciaram as ações para vinda da Medicina para Curitibanos.

Desde que o projeto iniciou em 2013, várias ações conjuntas foram tomadas para dar celeridade aos processos. A primeira visita da Comissão de Acompanhamento e Monitoramento de Escolas Médicas do Ministério da Educação (CAMEM/MEC) aconteceu em 2019, os integrantes da comissão sinalizaram alguns pontos que deviam ser tratados, antes de dar continuidade ao projeto.

Durante a reunião, as professoras entregaram uma minuta às lideranças presentes, sinalizando que este é o primeiro passo para dar continuidade aos trabalhos em 2021. Conforme explicaram, é determinante que os municípios e as entidades representativas se mobilizem e manifestem apoio formal para a implantação do Curso.

A Pandemia causou morosidade e indefinição nas decisões e nas implementações do planejamento do Governo Federal.

Também estiveram presentes, o diretor do Campus da UFSC Curitibanos, Juliano Gil Nunes Wendt, a vice-presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), prefeita do município de Vargem, Milena Andersen Lopes Becher e a diretora executiva da entidade, ex-prefeita de São Cristóvão do Sul, Sisi Blind.

O presidente da Amurc, prefeito de Frei Rogério Jair Ribeiro manifestou apoio, junto com os demais prefeitos presentes na reunião. “Essa é uma vontade de todos, pois sabemos a importância que isso terá para toda a região”, destacou.